Tecnologia

Tecnologias verdes e Neurociência dominam Prémios Empreendedor XXI – Cision

wp header logo 1822 Albânia 10
  • As startups Pixel Voltaic (Porto) e Virtuleap (Lisboa) venceram a 5ª edição dos Prémios Empreendedor XXI, uma iniciativa promovida pelo BPI e pela DayOne, divisão especializada do CaixaBank para empresas de tecnologia, inovação e respetivos investidores. 
  • As vencedoras recebem prémios monetários de 6.000 euros, acesso a um programa de formação internacional em Silicon Valley e mentoring especializado. 
  • A Agência Nacional de Inovação (ANI), parceira dos PEXXI, distinguiu a startup N9ve (Aveiro), através do programa Born from Knowledge (BfK).

 
As startups portuguesas Pixel Voltaic e Virtuleap venceram a 5ª edição dos Prémios Empreendedor XXI (PEXXI). A iniciativa é dinamizada pelo BPI e pela DayOne – divisão especializada do CaixaBank para empresas de tecnologia, inovação e respetivos investidores – em parceria com a ANI – Agência Nacional de Inovação, e conta com o apoio institucional do Ministério da Economia.
A Pixel Voltaic é uma empresa spin-off da Universidade do Porto – Faculdade de Engenharia (UPORTO – FEUP) que atua na área das energias renováveis. A Pixel Voltaic desenvolve tecnologias inovadoras para sistemas fotovoltaicos e para a produção de hidrogénio, incluindo células solares sensibilizadas por corantes (DSSC na sigla em inglês) e reatores de metano, respetivamente.
A Virtuleap atua na área da terapia digital, que combina neurociência e realidade virtual para a abordagem de problemas cognitivos. A empresa desenvolveu aplicações de realidade virtual, criadas por neurocientistas, que diagnosticam um conjunto de capacidades cognitivas e disponibilizam essa informação por via da sua plataforma corporativa. A Virtuleap trabalha em parceria com a VA Health Care System e com a Pacific Brain Health Center para o desenvolvimento da sua solução de diagnóstico e tratamento eficaz do défice de atenção e declínio cognitivo.

No âmbito da sua parceria com o BPI, a ANI – através do programa Born from Knowledge (BfK) – atribuiu a distinção especial BfK Awards à startup N9ve, de Aveiro, enquanto o melhor finalista nacional “nascido do conhecimento científico e tecnológico”, com o troféu ‘Árvore do Conhecimento’. A N9ve, em parceria com a Universidade de Aveiro, investiga e desenvolve tecnologias na área da remoção, concentração e recuperação de elementos de terras raras (REE na sigla em inglês) a partir de águas contaminadas e soluções aquosas, recorrendo a macroalgas vivas. Trata-se de uma alternativa mais ecológica e eficiente ao atual processo de extração de mineração.

As cerimónias de entrega de prémios realizaram-se de forma presencial na Porto Business School e na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Prémios para as melhores empresas de cada território e de cada setor
A 5ª edição dos Prémios Empreendedor XXI recebeu 763 candidaturas a nível ibérico, das quais 102 portuguesas: 61 do Norte e Centro, de onde saíram as vencedoras Pixel Voltaic e N9ve, e 41 do Sul e Ilhas, onde se encontra a Virtuleap.

Os PEXXI decorrem em Portugal e em Espanha em paralelo, no caso das categorias territoriais (2 em Portugal e 17 em Espanha), e, em conjunto, nas categorias setoriais (Prémios Desafios).
A estes últimos, concorrem todas as empresas candidatas (portuguesas e espanholas) aos seis desafios destacados: Cidade XXI (cidades mais sustentáveis, seguras, conectadas e adaptadas), Vive XXI (digitalização, novos modelos de negócios e reativação do setor hoteleiro, restauração, turismo e lazer), Semente XXI (transformação digital e inovação no setor agroalimentar), Planeta XXI (sustentabilidade ambiental), Silver XXI (assegurar o envelhecimento ativo e uma vida longa e saudável, através da tecnologia), Banca XXI (um novo modelo bancário mais próximo do cliente). As vencedoras recebem um prémio monetário de 25 mil euros.

Além disso, para celebrar o 15º aniversário da iniciativa em Espanha, serão atribuídos dois prémios especiais de 15.000 euros cada. O prémio Impacto Social será atribuído à empresa com maior influência positiva na sociedade e o prémio Deep Tech à inovação tecnológica mais disruptiva.

Para além dos prémios monetários, todos os vencedores e um finalista por cada categoria dos desafios vão ter igualmente acesso a um programa internacional de formação. O programa Moonshot Thinking for Entrepreneurs foi especialmente concebido para startups com elevado potencial de crescimento e é ministrado pela ESADE e por especialistas de Silicon Valley. Combina sessões de formação com a experiência de visitar alguns dos principais centros de inovação do mundo.

Prémios de referência para o ecossistema empreendedor
Os Prémios Empreendedor XXI foram lançados há 15 anos em Espanha pelo CaixaBank, através da DayOne, e a iniciativa foi alargada à participação portuguesa, através do BPI, desde 2017. Os prémios são dirigidos a jovens startups inovadoras e tecnológicas e visam impulsionar as mais corajosas e com melhores soluções para responder aos desafios do futuro, permitindo acelerar o seu processo de crescimento e expansão global.

Desde a sua criação, em 2007, o programa investiu 6,7 milhões de euros em prémios, que já beneficiaram mais de 900 empresas. Ao longo da sua história, mais de 8.900 startups já participaram e mais de 3.500 profissionais estiveram envolvidos em comités e júris. Com os Prémios Empreendedor XXI, o CaixaBank e o BPI pretendem contribuir para o desenvolvimento de empresas jovens e inovadoras com elevado potencial de crescimento. Ao longo da sua trajetória, consolidaram-se como um prémio de referência para startups.
Tags:

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.