Tecnologia

Tecnologia e inovação: palavras intimamente conectadas no ambiente urbano – Gazeta do Povo

wp header logo 236 Albânia 10

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.
De acordo com o Tech Report 2020, Curitiba é a capital do Brasil campeã em produtividade e eficiência no setor de tecnologia. A capital também é destaque entre as smart cities nacionais, estando em 3º lugar no ranking nacional – atrás de São Paulo e Florianópolis.
Em 2021, a capital esteve entre as sete cidades mais inteligentes do mundo, finalista do prêmio internacional Comunidade Inteligente do Ano, promovido pela organização Intelligent Community Forum (ICF). Entre as cidades finalistas em toda América do Sul, Curitiba é pioneira.
Também segundo o ICF, Curitiba é destaque por sua vocação em tecnologia, indústria, acesso a conexões de wi-fi pela cidade e uso de aplicativos que oferecem serviços online, além de sua eficiência planejamento urbano, atração de turistas e geração de renda.
MORADOR DIGITAL
Curitiba conta com várias soluções que têm impacto direto na vida dos moradores da cidade, como, por exemplo, o agendamento de consulta eletiva nos postos de saúde feito através do aplicativo Saúde Já Curitiba. Ou a instalação de impressoras 3D nos Faróis do Saber e Inovação – com essas impressoras, estudantes das escolas municipais podem construir protótipos e outros objetos a partir da tecnologia.
No nível de capacitação e desenvolvimento profissional, iniciativas como o Tecnoparque fomentam o desenvolvimento de empresas de base tecnológica ao oferecer redução no Imposto Sobre Serviço (ISS) de 5% para 2%. Entre os programas de destaque, o Tecnoparque criou o Worktiba, o primeiro coworking público do Brasil.
De acordo com o professor de Tecnologia e Inovação do UniCuritiba, Carlos Eduardo Magrin, a capital paranaense exerce poder de atração em empresas de tecnologia por suas características inovadoras e sustentáveis. “Empresas criativas procuram Curitiba pela imagem de uma cidade inovadora e sustentável. Startups estão inovando em áreas como veículos elétricos, saúde, automação residencial e cidades inteligentes, desenvolvendo aplicativos e embarcando tecnologias IoT (Internet das Coisas) e de IA (Inteligência Artificial)”, analisa.
Para Magrin, o desenvolvimento de novas tecnologias ou aplicação como ferramenta de inovação motiva a pesquisa nas áreas da engenharia como robótica e sistemas embarcados. A robótica, inclusive, pode ser vista como uma ferramenta educacional, aplicada da indústria ou mesmo em veículos autônomos.
CIDADE REINVENTADA
“Hoje, a cidade pode se reinventar com base na inteligência.” Gil Peñalosa no evento SmartCities, realizado nos dias 24 e 25 de março em Curitiba.
Gil Penalosa é uma das principais vozes internacionais quando se fala em Cidades Inteligentes alinhadas aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Organizações das Nações Unidas (ONU). Advogado e fundador do programa 8 80 Cities, organização internacional sem fins lucrativos sediada no Canadá, Peñalosa parabenizou o prefeito Rafael Greca por sua gestão voltada à inovação e às ações de cidades inteligentes. “Curitiba já era para mim referência em transporte urbano, com seu BRT (Bus Rapid Transit), mas estou encantado com iniciativas atuais de sustentabilidade, mobilidade urbana e apoio à educação empreendedora”, afirmou ele, ao conhecer mais sobre os Faróis do Saber e Inovação, Fazenda Urbana, hortas comunitárias, Pirâmide Solar, Bairro Novo do Caximba, Fab Lab Cajuru e o programa Caminhar Melhor.
Carlos Eduardo Magrin, do UniCuritiba, diz que esse processo de aprendizado contínuo sinaliza um futuro ainda melhor para o setor em Curitiba: “Todo o processo criativo e tecnológico para desenvolver soluções de eletrônica embarcada e aprendizagem de máquina, assim como os trabalhos científicos aceleram um ambiente empreendedor e de inovação”.
Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, incluindo o recebimento de conteúdos e promoções da Gazeta do Povo. O descadastramento pode ser feito a qualquer momento neste link.
WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.
Apenas assinantes podem salvar para ler depois
Saiba mais em Minha Gazeta
Você salvou o conteúdo para ler depois
As notícias salvas ficam em Minha Gazeta na seção Conteúdos salvos. Leia quando quiser.
Carregando notificações
Aguarde…
Os recursos em Minha Gazeta são exclusivos para assinantes
Saiba mais sobre Minha Gazeta »

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.