Tecnologia

ICTIM completa dois anos com novos projetos para 2022 – Prefeitura de Maricá

wp header logo 322 Albânia 10

Polos de qualificação profissional com oferta de 2.850 vagas e programa de iniciação científica que oferece com 60 bolsas são alguns destaques
Criado pela Lei Complementar nº 325, de 11 de dezembro de 2019, o Instituto de Ciência, Tecnologia e Inovação de Maricá (ICTIM) completa dois anos de atividades. Da Saúde à Educação, a autarquia da Prefeitura de Maricá quer entrar em 2022 com qualificação profissional e projetos para melhorar o futuro da cidade.  
Em janeiro do próximo ano terá início o projeto do ICTIM, em parceria com a Secretaria de Trabalho, para a implantação de quatro polos de qualificação profissional (um em cada distrito da cidade). Ao todo, serão ofertadas 2.850 vagas em 11 cursos. As capacitações serão em áreas que permanentemente oferecem oportunidades no mercado de trabalho, como Gestão e Turismo.  
Para o prefeito de Maricá, Fabiano Horta, o maior desafio é desenvolver projetos e estratégias que tragam independência para a cidade, após o fim do pré-sal. “Trabalhamos constantemente com o desafio de preparar Maricá para o fim do pré-sal. Nesse sentido, o ICTIM, que completa dois anos com uma capilaridade de experiências de gente grande, está amplamente envolvido. Vamos incentivar e continuar construindo projetos com Ciência, Tecnologia e Inovação, trazendo desenvolvimento e perseguindo a Maricá do futuro que queremos”, destaca o prefeito.  
Outro destaque é o programa de iniciação científica, aberto até 31 de janeiro de 2022, com oferta de 60 bolsas, sendo 48 para alunos do Programa Passaporte Universitário e 12 para professores orientadores de pesquisa. Para participar, os interessados deverão ler os critérios nos editais publicados no site www.ictim.com.br, acessando no menu “programas e projetos” e, na sequência, em “editais”.  
“O programa de Iniciação Científica de Maricá visa fomentar e valorizar a cultura da pesquisa, do ensino e da aplicabilidade científica junto aos alunos do Passaporte Universitário. A ideia é propor o debate da aplicação de soluções em conhecimento para o bem-estar e promoção da justiça social”, afirma o diretor-presidente do ICTIM, Celso Pansera.  
Também já previsto para o próximo ano, está o projeto do Ambiente Digital, que oferecerá inclusão digital com acesso gratuito à internet, cultura da Inovação, fomento à empregabilidade e capacitação profissional. Serão cinco polos distribuídos no município, com previsão de início de operação em março de 2022. À mesma época, ainda deverá ser instalada a Casa da Ciência / Planetário.  
Saúde com inteligência e Inovação 
O ano de 2020 foi brutalmente atingido pela pandemia da Covid-19, e o governo de Maricá deu uma rápida resposta, implantando medidas de combate. Entre elas, o ICTIM, junto à Secretaria de Saúde, instalou o Laboratório Central (Lacen) para a realização de testes PCR-RT da Covid-19, com mais de 20 mil testes efetuados. No futuro, será transferido para o laboratório de Biotecnologia de Maricá, o Labiomar.  
A Pesquisa Sentinela Covid-19, cujo objetivo era medir a incidência do vírus na cidade, foi outro projeto desenvolvido com sucesso. Foram realizadas 770 visitas nos 1º e 2º ciclos realizados no município (out/20 a dez/20 – 1ª etapa). Já nos 1º, 2º e 3º ciclos da 2ª etapa (mai/21 a ago/21) foram 1.155 visitas.  
Para auxiliar no tratamento da Covid-19 e de outras doenças respiratórias, o ICTIM, em parceria com a Secretaria de Saúde e a empresa Tracel, vem desenvolvendo, desde dezembro de 2020, a Encomenda Tecnológica (ETEC) de um respirador não invasivo. O produto, do qual o município é sócio na patente, foi validado e aprovado em testes no laboratório do Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara e Hospital Gaffrée e Guinle. Já foram entregues 250 equipamentos em novembro e a fábrica será instalada em Maricá no primeiro semestre de 2022.    
Novos projetos tecnológicos 
Em parceria com a Secretaria de Cultura, a ETEC Audiovisual visa empregabilidade através de plataforma de Streaming, acervo de produções, estúdio de gravação, qualificação profissional e empreendedorismo cultural, que serão implementados na cidade.  
No campo da educação, a ETEC de Nivelamento da Educação Básica, que vem sendo desenvolvida desde setembro de 2021, objetiva reforçar o aprendizado dos alunos que prestarão as provas do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (SAEB), diante das dificuldades surgidas no aprendizado durante a pandemia. Foram abertas duas mil vagas para alunos dos 2º, 5º e 9º anos das escolas da rede municipal de ensino. O projeto é pioneiro e, caso os resultados se comprovem positivos, será ampliado no próximo ano escolar.  
Desenvolvida em parceria com diversas secretarias (Educação, Economia Solidária, Agricultura, Saúde, Desenvolvimento Econômico) e com previsão de início em janeiro de 2022, a ETEC Alimentos Saudáveis tem o objetivo de estruturar o ecossistema alimentar, que trará geração de emprego e elevará a renda dos trabalhadores rurais.   
Há, ainda, a ETEC Transporte Sustentável, que visa trazer para Maricá três ônibus híbridos (elétrico, hidrogênio e etanol), incorporando empregabilidade, inovação e sustentabilidade. O ICTIM atua neste contexto em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a Empresa Pública de Transportes (EPT), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a Coppetec e a Tracel.    
Estratégia de ciência, tecnologia e inovação 
Em dezembro de 2020, o ICTIM lançou a Estratégia Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Maricá (EMCTI). Nela, inclui-se o projeto de Incubadora de Base Tecnosocial, prevista para o período de 2022 a 2024, em parceria com secretarias e instituições de ensino. O objetivo é criar empresas de base tecnosocial locais, ampliar a renda local, incentivar o empreendedorismo e a capacidade inovadora no município. 

Acessibilidade

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.