Tecnologia

Detector de buracos? Veja 5 tecnologias que já estão em testes para carros – UOL

wp header logo 1865 Albânia 10

Lançamentos, avaliações e tudo sobre automóveis e motos
Fernando Garcia
Colaboração para o UOL
22/04/2022 04h00
Quando pensamos em carros do futuro, pensamos em veículos autônomos e elétricos que vêm aos poucos ganhando espaço nas grandes cidades. Mas não é só isso. Algumas tecnologias também têm sido testadas e devem ganhar os veículos nos próximos anos.
Confira cinco novas tecnologias que estão perto de chegar ao seu carro.

Ele pode chegar em breve, considerando que muitos dos acidentes fatais no trânsito estão vinculados à sonolência ao volante. O dispositivo pioneiro e inédito foi desenvolvida por engenheiros e pesquisadores da fabricante de ônibus Marcopolo, do CEMSA (Centro Multidisciplinar de Sonolência e Acidentes) e da Woodbridge, responsável pela produção de espuma para assentos automotivos.
O banco ou poltrona antissono possui quatro dispositivos de distração mecânica e fisiológica que reconhece qualquer sinal de fadiga ou cansaço. Ele envia esses dados através de um módulo eletrônico interligado que faz o assento vibrar, além de enviar mensagens de alerta por meio de alto-falantes, por exemplo.
Tudo pode ser controlado através de um aplicativo de celular que interage com a poltrona antissono por meio de sistema Bluetooth. Dessa maneira, a engenhoca promete alertar o motorista, deixando-o mais atento ao volante. Por enquanto, o sistema ainda está em fase de estudos mas, em breve, é provável que equipe veículos como caminhões, ônibus e carros.
Em países com climas tropicais e de forte incidência de sol como o Brasil, em especial as regiões Norte e Nordeste, utilizar com frequência o para-sol dos veículos é algo imprescindível para motoristas. Por outro lado, usar o acessório acaba comprometendo a segurança dos ocupantes, já que diminui o campo de visão.
Pensando nessa deficiência, empresas da área automotiva como a Bosch estão desenvolvendo um para-sol eletrônico que diminui os riscos de acidentes. Denominado como Virtual Visor, ou Viseira Virtual, o equipamento consiste em uma tela de LCD com uma câmera focada para o rosto do motorista.
Seu funcionamento usa a inteligência artificial para localizar, analisar e identificar os pontos do rosto do motorista onde há incidência do sol e, nesse momento, o dispositivo escurece só aquela seção da tela através da qual a luz do sol brilha nos olhos, deixando o resto a viseira transparente.
De acordo com a multinacional alemã que está desenvolvendo o sistema, o sol é o maior causador de acidentes de carros em razão da cegueira temporária em comparação com qualquer condição relacionada ao clima.
Apesar de a patente do detector de buracos ter sido realizada pelo Google em 2015, não foi ele o pioneiro no desenvolvimento, pois a Jaguar Land Rover já havia anunciado há pouco mais de dois meses antes um projeto parecido.
Seja como for, o do Google possui um mecanismo que conta com dois sensores integrados – um GPS e um acelerômetro vertical – e, sendo assim, toda vez ao passar por cima de um buraco a informação é repassada e armazenada por um software e enviada à nuvem, com o objetivo de orientar os demais motoristas a evitarem de passarem pela imperfeição na pista.
Outra empresa que está estudando um projeto parecido é o Instituto Coreano de Engenharia Civil e Tecnologia de Construção (KICT). O mecanismo foi projetado para ser instalado no para-brisa dos automóveis e conta com o mesmo propósito das outras duas empresas: detectar os buracos nas superfícies das rodovias em tempo real.
A tecnologia, além de possibilitar de ser usado em qualquer tipo de veículo, poderá também ser utilizada em automóveis pessoais e até mesmo câmeras de smartphones, o que ajudará autoridades governamentais regionais a rastrear as vias danificadas, o que comumente já é feito com a ajuda de funcionários que inspecionam regularmente esses pavimentos.
Esse sistema de reconhecimento pessoal já é utilizado para senhas em bancos, smartphones e entradas de portaria, mas seu uso nos veículos ainda está em estudo. Ela é capaz de reconhecer a impressão digital de cada pessoa cadastrada no sistema e futuramente poderá até substituir as tradicionais chaves bastando apenas usar um dedo.
Durante a CES 2022, maior feira de tecnologia e eletrônicos que aconteceu em janeiro último, empresas revelaram seus projetos com base detecção biométrica por meio da inteligência artificial (IA). A Mercedes-Benz mostrou, por exemplo, novos detalhes sobre os recursos de infoentretenimento do protótipo VISION EQXX.
Nos carros que são compartilhados entre familiares ou amigos e até de assinatura de carros e locadoras, por exemplo, ao identificar a biometria, o sistema ajustará a posição programada de bancos, espelhos e temperatura. Indo até mais longe, a biometria poderá monitorar os condutores com batimentos cardíacos, por exemplo, identificando um possível mal súbito e chamando uma ambulância até o local.
Ainda em fase de desenvolvimento e que logo poderá chegar às indústrias é a tinta automotiva que não é danificada com riscos ou intempéries. Dessa maneira, qualquer influência térmica ou sonora poderá facilmente ser interrompida impedindo-a de invadir o habitáculo do veículo.
Pesquisadores do Centro de Inovação e Tecnologia (CIT) do SENAI FIEMG de Belo Horizonte, em Minas Gerais, por exemplo, vem buscando e desenvolvendo uma tinta automotiva resistente a qualquer agente que possa danificar a superfície pintada com a tinta especial.
A técnica anti-risco ainda depende de novos estudos e aperfeiçoamentos, e, logo, poderá ser uma realidade. Imagine o benefício que isso trará nas grandes cidades litorâneas onde a maresia costuma castigar a lataria destes veículos e também nas estradas.
ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Por favor, tente novamente mais tarde.

Não é possivel enviar novos comentários.
Apenas assinantes podem ler e comentar
Ainda não é assinante? .
Se você já é assinante do UOL, .
O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

O número de casos de roubo ou furto de veículos teve alta na capital paulista em 2022. Nos meses de janeiro e…
Quando pensamos em carros do futuro, pensamos em veículos autônomos e elétricos que vêm aos poucos ganhando espaço
É notório o interesse por carros com câmbio automático. Se até pouco tempo atrás eram exceção, hoje são regra,…
Felipe Carvalho
Brasileiro gosta de personalizar o próprio carro e volta e meia aparece uma nova moda para mudar a aparência…
Thais Roland
Freddy Rincón morreu em decorrência dos ferimentos causados pela forte batida contra a lateral do veículo onde o…
Comprar e vender veículos é uma tarefa que envolve muitas burocracias e demanda atenção tanto do vendedor, quanto…
Gustavo Fonseca
Da mesma forma que os participantes do programa “Big Brother Brasil 22”, as vias brasileiras também estão sujeitas
O câmbio é essencial a qualquer carro. Seja manual ou automático, com alavanca, joystick ou seletor giratório, ele
Thais Roland
Em meio à disparada nos preços da gasolina, aumentou o número de Estados onde o etanol é mais vantajoso para donos

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.