Para Gamers

Os games mais divertidos da franquia Lego – Conexão Tocantins

wp header logo 1828 Albânia 10
127425 320 width Albânia 10

Com a chegada de Lego Star Wars: A Saga Skywalker nos consoles de todo o mundo, a lucrativa franquia que a TellTale Games desenvolveu atinge seu ponto mais alto e complexo.
Em preparação para o novo game, separamos aqui alguns dos títulos essenciais da franquia Lego no universo dos games que você garante com a SKY internet.
Confira abaixo:
Lego Star Wars
Uma aposta ousada em 2005, o primeiro game a levar os bloquinhos de Lego para os consoles foi justamente aquele que adaptava a saga de George Lucas. Concentrando-se em fases distintas da trilogia prelúdio de Star Wars, o game é pura diversão ao oferecer uma releitura cômica e simplificada dos eventos de A Ameaça Fantasma, Ataque dos Clones e A Vingança dos Sith, já estabelecendo a dinâmica de puzzles, trocas de personagens e a interminável busca por troféus, recompensas e easter eggs. Um início sólido, e que já dava pistas de seu futuro brilhante.
Lego Star Wars II: A Trilogia Original
Com o sucesso do original, era a progressão natural que a TellTale e a Lego se unissem novamente, agora para adaptar a clássica trilogia original de Star Wars, com Uma Nova Esperança, O Império Contra-Ataca e O Retorno de Jedi ganhando uma releitura incrível. Tudo o que já funcionava no primeiro é adaptado e melhorado aqui, com jogabilidade melhor, mapas mais interativos e uma série de missões extras que ajudam a expandir o próprio universo da saga, além de oferecer ainda mais opções de personagens, naves e aventuras espaciais. Um dos melhores games não só da marca Lego, mas também de Star Wars.
Lego Indiana Jones: As Aventuras Originais
Saindo da saga Star Wars mas ainda mantendo o pé na LucasFilm, a TellTale e a Lego miram em uma escolha que aparentemente é incomum, mas se prova muito recompensadora para sua nova franquia: Indiana Jones. Às vésperas da estreia do quarto filme em 2008, este primeiro game conta com fases inspiradas em Os Caçadores da Arca Perdida, O Templo da Perdição e A Última Cruzada. E ainda que Indiana Jones não seja um universo tão rico e expansivo quanto Star Wars, o segredo do sucesso do game está na complexidade das fases e dos puzzles, que usam e abusam do fator arqueologia e decodificação de símbolos dos personagens para gerar uma experiência divertida e memorável – especialmente para os fãs do arqueólogo de Harrison Ford.
Franquia Lego Batman
Após adaptar duas sagas gigantescas de forma satisfatória, a Lego olhou para seu infinito catálogo de marcas e saiu em uma missão mais desafiadora: criar sua própria narrativa. Com isso, o primeiro Lego Batman se divertiu ao desenvolver três histórias diferentes onde o Cavaleiro das Trevas e seu ajudante Robin enfrentam os mais icônicos vilões do herói dos quadrinhos, abraçando bastante o lado camp da série dos anos 1960 e a atmosfera gótica de Tim Burton – algo bem refletido na variedade de trajes disponíveis para os personagens. O sucesso foi tão grande que a TellTale lançou duas continuações ainda mais ambiciosas, com Lego Batman 2: DC Super Heroes e LEGO Batman 3: Beyond Gotham apresentando mundos abertos que poderiam ser preenchidos não só com personagens de Gotham City, mas de todo o universo da DC, o que oferece um verdadeiro deleite para os fãs de quadrinhos.
Franquia Lego Marvel Super Heroes
Por falar em quadrinhos, a mesma fórmula que a Lego usou no Batman e nos heróis da DC se voltou para a Marvel. Com o sucesso na época de Os Vingadores e todo o Universo Cinematográfico da Marvel Studios, a empresa criou uma história original que envolvia o super vilão Galactus invadindo a Terra, o que gera uma união dos mais variados super-heróis da Marvel, misturando os Vingadores, X-Men, Quarteto Fantástico e literalmente qualquer personagem que já tenha dado as caras na Casa das Ideias. O modelo de mundo aberto e infinitos personagens é bem mais marcante do que a história original, que ainda rendeu uma continuação mais atrelada ao MCU, mas também oferece uma diversão desenfreada para os admiradores desses personagens.
Lego Harry Potter
Dividido em duas partes, a Lego se aventurou de forma memorável no mundo mágico do Menino que Sobreviveu. Seguindo mais a cartilha de suas adaptações da LucasFilm, Anos 1-4 aborda os eventos dos quatro primeiros filmes da saga, oferecendo aventuras leves e divertidas no Beco Diagonal e os mais variados cantos de Hogwarts. Já Anos 5-7 reflete a virada mais sombria da saga, oferecendo a mesma dinâmica de jogabilidade, mas com fases mais complexas para continuar a jornada de Potter contra o maléfico Lord Voldemort.
Lego Star Wars: O Despertar da Força
Após anos seguindo um modelo muito parecido e uma fórmula praticamente imutável, o retorno de Star Wars às telas do cinema inspira a TellTale e a Lego a mudar radicalmente. Dedicando-se apenas aos eventos do Episódio VII, Lego Star Wars: O Despertar da Força é uma adaptação bem mais caprichada e detalhada do universo de George Lucas do que seus anteriores. Além de contar com diversos membros do elenco para dublar seus respectivos bonequinhos, há uma mudança nos combates, modelos de shooter, mais missões paralelas e a possibilidade de um mundo aberto e salto entre planetas que certamente se mostrou como a base para o futuro da franquia. É um excelente game que faz desejar que todos os outros filmes da saga tivessem ganhado o mesmo tratamento. O que, de certa forma, era o objetivo do próximo game.
Lego Star Wars: A Saga Skywalker
Finalmente, chegamos ao maior game de Lego de toda a história da TellTale. É ambicioso por comprimir todos os 9 filmes da chamada Saga Skywalker de Star Wars em um único espaço, oferecendo toda a jornada de Anakin Skywalker e sua transformação em Darth Vader, até a Guerra Civil contra o Império Galático e as novas aventuras com Rey, Finn e Poe na trilogia da Disney. É um game que parece bem menos interessado em puzzles e desafios complexos, oferecendo uma narrativa bem mais curta e sem muitos pontos de exploração, mas que em contrapartida oferece um gigantesco mundo aberto com todos os planetas da saga disponíveis para serem visitados e vasculhados. Uma evolução formidável do humilde primeiro game, e que traz um vislumbre bem interessante para o que a TellTale e a Lego podem trazer no futuro.

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.