Para Gamers

Monitor 120, 144 ou 240 Hz? O que você precisa saber antes de comprar – TechTudo

wp header logo 292 Albânia 10

Por Filipe Garrett, para o TechTudo
02/04/2022 06h02 Atualizado 02/04/2022
Monitores de 120, 144, 240 Hz são opções que despertam o interesse de gamers, mas podem também se mostrar upgrades poderosos na rotina de usuários menos exigentes. Mais rápidos do que as telas de 60 Hz, esses displays contribuem para uma melhor experiência de uso por conta da reprodução de transições e efeitos mais suaves. Essa evolução tecnológica, contudo, tem um preço, e eles costumam ser mais caros do que telas comuns.
Para os fãs de games, as vantagens são ainda mais interessantes, já que monitores rápidos contribuem para um tempo de resposta melhor e podem até se mostrar uma vantagem competitiva para títulos com maior ênfase no multiplayer. A seguir, você vai entender como essas telas funcionam, e quais são as vantagens, indicações e preços no mercado.
🔎 Cinco projetores 4K que vão transformar sua parede em telão de cinema
Monitores de alta velocidade de atualização são recomendados para gamers — Foto: Divulgação/Asus
📝 Qual é um bom monitor para jogar no PC? Comente no Fórum TechTudo

O que são e para que servem?

A quantidade de Hz (Hertz), no contexto de um monitor, refere-se à definição de uma medida de velocidade da tela. Displays eletrônicos de computadores, celulares, TVs e monitores funcionam gerando imagens que são atualizadas várias vezes por segundo. Quanto mais rápido o monitor, maior a quantidade de Hertz e, consequentemente, maior a velocidade de troca de imagem na tela a cada segundo.
A vantagem de uma tela mais rápida fica por conta da fluidez. Quando o display atualiza mais rápido, efeitos na tela e transições acabam parecendo mais naturais. Isso é bastante evidente em smartphones mais atuais, com telas de 120 Hz em aparelhos mais caros.
No geral, 60 Hz é o valor padrão que encontrado nos monitores mais baratos e em telas integradas de notebooks — e, até pouco tempo, em smartphones de todos os tipos. Há monitores de 75 Hz também direcionados ao mercado de entrada, além de opções de 90, 120, 144, 165, 240 e até 360 Hz, todas com uma pegada mais gamer.

Quais são as vantagens de monitores mais rápidos?

Outra vantagem grande de telas de alta taxa de atualização está na reprodução de games. Em jogos, a percepção de movimento está diretamente atrelada à capacidade da tela em mostrar diferenças de quadro a quadro. Vale lembrar que outra forma de se referir aos tais Hertz é contando quantos frames — ou quadros — a tela entrega por segundo: 120 Hz equivale, portanto, a 120 quadros em um segundo.
Monitores rápidos são vantagem na hora de curtir games competitivos — Foto: Divulgação/Samsung
Além de o monitor de alta velocidade deixar o game mais natural e com movimentos mais fluidos, ele pode até virar vantagem competitiva. Se a tela mostra mais informação por segundo, o usuário verá resultados de seus comandos — e do adversário — potencialmente antes, contribuindo para tempos de reação melhores. Isso é particularmente relevante em games de tiro, de alto nível de competitividade online e em games de corrida.
Outra vantagem tem a ver com quem curte ver filmes. Muitos longas são produzidos em 24 FPS e se beneficiam de telas cuja taxa de atualização possa ser dividida perfeitamente por 24, que é o caso das telas de 120, 144 e 240 Hz. Isso elimina problemas de stutter e deixa o material com um aspecto mais cinematográfico e agradável de assistir.
Por fim, há um detalhe muito importante para considerar — especialmente se a ideia é investir num monitor para games: o usuário só vai tirar proveito dessas vantagens e apreciar a qualidade superior desse tipo de tela se o computador ou console que usa for capaz de tirar proveito do display.

Para quem esses monitores rápidos são indicados?

Para o consumidor comum, que faz uso casual do computador, é discutível até que ponto o investimento em um monitor de 120 Hz ou mais faz sentido. Ele terá uma experiência de uso melhor, mas as diferenças podem ser tímidas e não é raro encontrar pessoas com dificuldades em notar oscilações em taxas de quadros por segundo, tanto para mais como para menos — especialmente em conteúdos de natureza mais estática na tela.
Quem realmente vai se beneficiar desse tipo de tela de alta velocidade são gamers mais exigentes ou que fazem parte de um cenário mais competitivo na cena esports, além de profissionais de criação — como editores de vídeo. Há ainda o perfil de fãs de cinema interessados em uma melhor experiência para assistir a filmes, mas, nesse caso, talvez a melhor solução seja considerar uma smart TV de 120 Hz, em vez de um monitor de computador.

Como escolher um monitor de alta velocidade

Além da velocidade, você precisa considerar questões como resoluções, interfaces e dimensões da tela — Foto: TechTudo
Isto já foi citado, mas é importante reforçar: o monitor de alta velocidade precisa andar em compasso com o seu computador. Se o seu PC não for capaz de gerar 240 quadros por segundo, não faz muito sentido investir pesado em uma tela do tipo.
Passada a fase de dimensionar a capacidade do computador em relação à especificação dos monitores que te interessam, é importante considerar tecnologias adicionais: a resolução de tela vai satisfazer a sua necessidade? A tela tem suporte a tecnologias como G-Sync e FreeSync? Você tem opções de interfaces, como DisplayPort e HDMI? E USB-C? Thunderbolt e capacidade de distribuir áudio são interessantes também.
O tamanho de tela é outro aspecto que precisa entrar na lista de critérios. Um monitor grande demais pode não encaixar no ambiente em que vai ficar, já uma tela pequena demais pode ser prejudicial no dia a dia. Monitores curvos, por outro lado, são excelentes para games e para produtividade, mas nem todos os usuários se adaptam a ele, por exemplo.

Quais é a faixa de preço?

Monitores de 60 Hz são muito mais comuns e baratos. Você pode encontrar modelos mais simples e de tela menor — na faixa das 17 polegadas — a preços que começam em na faixa de R$ 675. Conforme a velocidade de tela aumenta, também cresce o seu tamanho, resolução e preços: monitores de 240 Hz são vendidos no Brasil na casa dos R$ 4.399 — suficiente para comprar um console de última geração.
Monitores de 360 Hz são menos comuns e mais caros. A Asus comercializa uma opção de 24,5 polegadas a R$ 5.699 no mercado nacional. Telas com velocidade intermediária a esses extremos estarão no meio do caminho: monitores de 144 Hz, por exemplo, são encontrados no país na casa de R$ 1.299. Em marcas mais conhecidas, esse preço pode subir para cerca de R$ 1.600.
Com informações de GPU Mag, The Verge, HowToGeek e Tom’s Hardware

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.