Para Gamers

Melhores jogadores da Série A da Gamers Club by Itáu – Outubro/21 – DRAFT5

wp header logo 514 Albânia 10

Chegou ao fim na noite do último domingo (24) a etapa de outubro da Série A da Gamers Club by Itaú, competição que coroou a brasileira SWS Gaming como grande campeã após triunfo sobre a ex-PR Stars em decisão de três mapas.
Siga a DRAFT5 no Twitter e fique ligado em tudo que rola no mundo do Counter-Strike.
E como já é mais do que costumeiro em torneios de alto nível que se sucedem no cenário sul-americano de Counter-Strike, a DRAFT5 elencou os principais destaques do certame chancelado pela plataforma líder e apoiada pelo Itaú. Você, é claro, confere-os abaixo:
MVP – Série A da Gamers Club by Itaú – Outubro/21
BR Albânia 10 João “matios” Guedes
Apesar da pouca idade – são apenas 19 anos nas costas – o menino prodígio da SWS Gaming foi, com sobras, o melhor jogador de toda a competição. Pudera, seus números não mentem: 1.25 de rating, 1.30 de taxa de impacto, 86.1 de ADR, 0.76 de KPR e 0.58 de DPR ao longo da etapa decisiva.
E por falar em decisivo, matios entrou de terno para uma exibição de gala na grande final: 67/45 de K/D, 90.5 de ADR, 71.2% de KAST e 1.31 de rating no confronto diante da ex-PR Stars que garantiu o título da liga a sua equipe.
Eu sempre fui um cara que gosta de treinar muito a questão individual do jogo, sempre grindei muito essa parte do game, e depois que a SWS me chamou para fechar a line eu comecei a grindar com mais intensidade“, afirma o MVP.
Outra parte importante do meu crescimento foi a mudança de função, depois de algumas mudanças na equipe eu acabei assumindo a função de lurker e acabei me encaixando melhor no sistema de jogo do time“, pondera.
matios, por sinal, tem consciência de que o caminho rumo ao topo do cenário sul-americano não é fácil, mas já indica o próximo passo na luta pela consolidação de sua equipe entre as grandes do continente: “Falta nos provarmos contra as lines que tem potencial para “dominar” o Brasil”, diz.
O crescimento da SWS ocorreu no mesmo período que as lines da Paquetá, Havan e Bravos se desfizeram ou perderam partes importantes, então temos de conseguir fazer boas partidas contra equipes como a nova Isurus, Havan, Imperial e 9z“, aponta.
Nesse sentido o maior tempo que temos de line completa está ao nosso favor e acredito que podemos conseguir estabelecer essa dominância”, garante. A base da nossa equipe – eu, gafolo e RICIOLI – está junta há seis meses“, relembra.
Com as entradas mais recentes do w1 e do chay temos conquistados resultados em pouquíssimo tempo e com o trabalho que temos desenvolvido a tendência é de crescermos e evoluirmos. Nossa equipe tem muito potencial e podemos sim estabelecer uma dominância em território nacional“, finaliza com convicção.
EVPs – Série A da Gamers Club by Itaú – Outubro/21
BR Albânia 10 Victor “gafolo” Andrade
Sensação da SWS Gaming, o AWPer de 19 anos angariou 1.14 de rating, 1.04 de taxa de impacto, 74.5 de ADR, 72.4% de KAST, 0.70 de KPR e 0.56 de DPR que lhe conferem um espaço entre os melhores com a segurança e tranquilidade proporcionais àquelas por ele oferecidas a sua equipe.
BR Albânia 10 Richard “chay” Seidy – Marcando presença nos momentos decisivos para sua SWS Gaming, chay foi dono de números notáveis: 1.22 de rating, 1.19 de taxa de impacto, 86.6 de ADR, 76.2% de KAST, 0.78 de KPR e 0.64 de DPR.
BR Albânia 10 Mateus “supLex” Miranda – Hoje membro da line-up Ex-Ceará, supLex faz valer da experiência angariada durante seus tempos de Sharks e Bravos, assinando 1.16 de rating, 1.05 de taxa de impacto, 74.5 de ADR, 74.6% de KAST, 0.71 de KPR e 0.56 de DPR.
BR Albânia 10 William “w1” Almasan – Aos 21 anos, w1 vai se reinventando junto da SWS Gaming pouco tempo após despedir-se da Havan Liberty. Ao longo da disputa do mata-mata, o jogador foi dono de 1.10 de rating, 1.03 de taxa de impacto, 0.67 de KPR e 0.54 de DPR.
BR Albânia 10 João “naitte” Maia – Disputando sete mapas ao longo do mata-mata, naitte somou números bastante expressivos: 1.23 de rating, 1.41 de taxa de impacto, 85.1 de ADR, 71.4% de KAST, 0.82 de KPR e 0.70 de DPR.
BR Albânia 10 Felipe “RICIOLI” Caldana – Com 1.04 de rating, 1.05 de impacto, e 0.61 de DPR, o capitão da SWS Gaming coloca seu nome na lista de destaques do torneio.
BR Albânia 10 Arthur “UnK” Varela – O jogador de 21 anos foi dono de 1.07 de rating, 1.13 de taxa de impacto e 0.63 de DPR nos catorze mapas que disputou junto da ex-PR Stars no certame.
BR Albânia 10 Victor “vLa” Luiz – Outro membro da escalação ex-PR Stars, vLa assegurou 1.09 de rating, 78.7 de ADR, 73.2% de KAST, 0.70 de KPR e 0.66 de DPR, números estes que lhe colocam entre os destaques da competição.
BR Albânia 10 Pedro “Timothyo” Martins – Terceiro e último atleta da ex-PR Stars a figurar na listagem, Timothyo teve seus 1.03 de rating 1.08 de taxa de impacto e 73.4 de ADR reconhecidos.
BR Albânia 10 Felipe “nolkz” Rodrigues – Um dos grandes nomes da INTZ no campeonato, nolkz foi crucial para a conquista do bronze por parte de sua equipe, somando 1.03 de rating e 78.8 de ADR.
BR Albânia 10 Rafael “paiva” Paiva – Outro intrépido a dar as caras por aqui, paiva segue mostrando constância com seus 1.14 de rating, 1.25 de taxa de impacto, 86.3 de ADR, 0.75 de KPR e 0.69 de DPR.
BR Albânia 10 Richard “paredao” Kriemann – O experiente paredao teve 1.00 de rating, 68.4% de KAST, 0.63 de KPR e 0.59 de DPR.
BR Albânia 10 John “lineko” Lineck – O atleta que compõe o elenco Ex-Ceará teve lá seus 1.12 de rating, 1.13 de taxa de impacto, 85.6 de ADR, 0.73 de KPR e 0.70 de DPR.
BR Albânia 10 Ruann “keiz” Rotondano – Outrora absoluto com seu Santos, o hoje AWPer da DETONA Gaming foi dono de 1.03 de rating, 73.8% de KAST, 0.66 de KPR e 0.61 de DPR.
BR Albânia 10 Andrei “gon” Gonçalves – Fechando a lista, o jovem garoto da INTZ emplacou 1.05 de rating, 1.05 de taxa de impacto, 73.2 de ADR, 68.4% de KAST, 0.68 de KPR e 0.64 de DPR.

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.