Para Gamers

Games: Como 'Dark Souls' percorreu caminho raro e virou tendência – folha.uol.com.br

wp header logo 981 Albânia 10

Acesse seus artigos salvos em
Minha Folha, sua área personalizada
Acesse os artigos do assunto seguido na
Minha Folha, sua área personalizada

Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Gostaria de receber as principais notícias
do Brasil e do mundo?
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Esta é a edição da Combo, a newsletter de games da Folha. Quer recebê-la todas as segundas no seu email? Inscreva-se abaixo.
A newsletter da Folha com o que interessa sobre a indústria de games e com as dicas do que você ainda vai jogar.
Carregando…
“Dark Souls” é um dos raros jogos que pode se gabar de ter transformado a indústria de games.
O título lançado em 2011 apenas para PlayStation 3 pelo então pouco conhecido estúdio japonês FromSoftware não foi um sucesso imediato de vendas, eclipsado por “The Elder Scrolls V: Skyrim”, outro excelente RPG de ação que chegou às lojas apenas um mês depois e com um investimento em marketing muito maior.
Ainda assim, as inovações e mecânicas introduzidas em “Dark Souls” –na verdade aprimoradas, já que boa parte delas já estavam presentes em “Demon’s Souls”, de 2009, também da FromSoftware– não passaram despercebidas pelos críticos e por outros desenvolvedores.
Ao ponto de hoje o jogo ser considerado um dos mais influentes do século, criando o que muitos consideram como uma categoria inteiramente nova de jogos, os “soulslike” (“como ‘souls’”, em uma tradução para o português).
O feito não é inédito na indústria. Após o estrondoso sucesso de “Doom”, lançado em 1993, jogos de tiro em primeira pessoa foram chamados por anos de “clones de Doom”. À medida que esses “clones” foram se diversificando, abordando novos temas e explorando de formas novas as mecânicas que marcaram o jogo da ID Software, a alcunha foi perdendo força e dando lugar à sigla “FPS” (“first person shooter”).
Mas, o que exatamente faz de um jogo um “soulslike”? Esse é um debate ainda vivo tanto entre desenvolvedores quanto na mídia especializada, mas ao menos três pontos são quase consensuais.
Mesmo sem nunca ter jogado um título da FromSoftware, é bem capaz que um jogador já tenha se deparado com alguma dessas mecânicas em jogos de outras desenvolvedoras como “Nioh”, “Ashen”, “Hollow Knight” e “Star Wars Jedi: Fallen Order”.

Mas a FromSoftware não parou por aí. A empresa incorporou elementos de jogos de mundo aberto à fórmula dos seus “soulslike”, misturou com uma história desenvolvida em colaboração com George R.R. Martin, de “Game of Thrones”, e lançou na última sexta-feira (25) “Elden Ring”.
O título foi recepcionado pela crítica de forma esmagadoramente positiva –inclusive aqui na Folha. Termos como “épico”, “fantástico” e “um dos melhores jogos que já joguei na minha vida“, aparecem em profusão na maioria dessas análises. Mas, se “Elden Ring” terá um impacto tão grande quanto seus antecessores na indústria, só o tempo dirá.
dica de game, novo ou antigo, para você testar
“This War of Mine”
(PC, PS4, Xbox One, Android e iOS)
Diferente de outros títulos com temática bélica, “This War of Mine” não põe o jogador no controle de um soldado ou comandante de um Exército, mas no papel de um grupo de civis tentando sobreviver em uma cidade sitiada. Lançado em 2014, o jogo foi inspirado no cerco de Sarajevo, durante a Guerra da Bósnia, de 1992 a 1995, e mostra o sofrimento e a miséria que atinge os civis em meio a uma guerra.
Após a invasão russa à Ucrânia, o estúdio polonês 11 Bit, desenvolvedor do jogo, anunciou que todo o lucro obtido com o game e suas expansões até 3 de março será doado para a Cruz Vermelha da Ucrânia como forma de ajudar as vítimas da guerra.
O jogo está disponível nas plataformas Steam e Epic Games (R$ 36,99) para PC. Também há versões para PS4 (em promoção, R$ 20,98) e Xbox One (R$ 59) e dispositivos Android (R$ 46,99) e iOS (R$ 79,90).
novidades, lançamentos, negócios e o que mais importa
games que serão lançados nos próximos dias e promoções que valem a pena
1º.mar
3.mar
4.mar
Promoção:
o que saiu sobre games na Folha
Colaborou Victor Lacombe
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Leia tudo sobre o tema e siga:
Você já conhece as vantagens de ser assinante da Folha? Além de ter acesso a reportagens e colunas, você conta com newsletters exclusivas (conheça aqui). Também pode baixar nosso aplicativo gratuito na Apple Store ou na Google Play para receber alertas das principais notícias do dia. A sua assinatura nos ajuda a fazer um jornalismo independente e de qualidade. Obrigado!
Mais de 180 reportagens e análises publicadas a cada dia. Um time com mais de 120 colunistas. Um jornalismo profissional que fiscaliza o poder público, veicula notícias proveitosas e inspiradoras, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?
Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Carregando…
Carregando…
Swenekafew – Fake News: a origem do mal
Universidade de Coimbra aceita nota do Enem e abre mercado global para estudante brasileiro
Não existem limites para a inteligência artificial, estamos apenas começando
Visitante fica cara a cara com as baleias em Península Valdés; veja atrações
Lançamentos Samsonite aliam alta tecnologia, sustentabilidade e estilo
Vestibular de junho no Insper será presencial digital
Quer saber como a tecnologia vai transformar a educação?
Dados do mundo real podem ser a chave para os rumos da saúde
Crea-SP amplia atuação e promove políticas que tornam cidades inteligentes
Atenção primária é o melhor caminho para uma vida saudável
Nova Tamoios preserva Mata Atlântica, agiliza viagens e impulsiona economia
Live discute aprendizados e legados da Covid-19
MotoGP põe Argentina em velocidade máxima
REIQ é fundamental para manutenção da indústria química
Enel triplica equipes nas ruas para reduzir impacto das chuvas sobre a rede
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Estatal federal expande atuação com verbas de negociação política, mas entrega obras precárias pelo país
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Incidente ocorreu em estação na região do Brooklyn, e ao menos 10 foram baleados; polícia não investiga terrorismo
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Medida definida no fim do ano passado entra em vigor em maio

O jornal Folha de S.Paulo é publicado pela Empresa Folha da Manhã S.A.
Copyright Folha de S.Paulo. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.
Cadastro realizado com sucesso!
Por favor, tente mais tarde!

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.