Para Gamers

CEO da Razer diz que preço de notebooks gamer vai disparar em 2022 – TechTudo

wp header logo 308 Albânia 10

Por Raquel Freire, para o TechTudo
05/12/2021 07h10 Atualizado 05/12/2021
Os preços dos notebooks para jogos devem aumentar em 2022. Quem deu a má notícia foi o CEO da Razer, Min-Liang Tan, em uma publicação desta terça-feira (30) no Twitter. O motivo, segundo o diretor executivo, é a alta nos custos dos componentes internos.
A disparada vai afetar toda a linha de laptops gamer da marca, inclusive o carro-chefe Razer Blade. Na última atualização da série, a versão mais barata chegou a US$ 1.799 (cerca de R$ 10.150, em conversão direta). O modelo não está disponível no Brasil.
💻 Lenovo Legion Slim 7 chega ao Brasil como notebook gamer mais fino da marca
CEO da Razer anuncia que toda linha de notebooks vai subir de preço em 2022 — Foto: Divulgação/Razer
Os laptops Razer já são caros até para o mercado americano. A versão top de linha do Razer Blade, com tela 4K de 17 polegadas e GPU RTX 3080, sai por US$ 3.700 (cerca de R$ 20.870). O valor nos Estados Unidos é maior do que o dos novos MacBooks Pro, que na versão mais cara custa US$ 3.499 (R$ 19.740).
No mercado brasileiro, que é diretamente afetado pelo dólar, os preços disparam. O mesmo MacBook Pro custa R$ 45.499 na loja nacional da Apple. Isso indica que os novos notebooks Razer, quando (e se) chegarem ao Brasil, podem passar facilmente dos R$ 20 mil.
Dificuldade para comprar componentes deve atingir fabricantes e doer no bolso do consumidor. — Foto: Reprodução/Twitter
A disparada não deve ser exclusiva da Razer. Desde o início da pandemia de Covid-19 há uma escassez global de chips, que afeta diretamente todas as indústrias que utilizam circuitos integrados, como é o caso do mercado de computadores e alguns setores de consoles e jogos.
Os motivos para a crise são vários, mas o pontapé inicial foi a combinação do fechamento de fábricas e o aumento do consumo de eletrônicos. A guerra comercial entre China e Estados Unidos também colabora para o problema, uma vez que certas medidas — como restrições na importação de chips impostas pelo governo americano em setembro de 2020 — reduzem a quantidade de componentes em circulação.
Com informações de VideoCardz, Twitter e The Verge
Conheça os vencedores do prêmio melhores do ano TechTudo 2021
📝 Qual notebook gamer da Dell escolher? Veja sugestões no Fórum TechTudo

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.