Hardware

Apple Watch: Atualizações podem levar o consumidor a comprar novo modelo – Money Times

wp header logo 502 Albânia 10

WWDC 2022, conferência global de desenvolvedores da Apple (AAPLAAPL34), começou nesta segunda-feira (6), às 14h (horário de Brasília), no Apple Park, na Califórnia, nos Estados Unidos. O evento vai até sexta-feira (10) e traz as principais novidades da empresa.
A conferência incluirá as últimas notícias relacionadas ao software da Apple, trazendo novas atualizações para iOS, iPadOS, macOS, watchOS e tvOS, sistemas operacionais dos seus principais produtos: iPhone, iPad, Mac, Apple Watch e Apple TV.
No evento de 2021, a Apple trouxe novas atualizações para o FaceTime, incluindo SharePlay, widgets na tela inicial do iPad OS 15 e a promessa de conversar com a Siri sem conexão com a internet.
Este ano, espera-se mudanças nas notificações no iOS e possivelmente até algumas novidades de hardware, incluindo um novo Mac Pro.
Como de costume, não há muitos rumores sobre o watchOS, mas a Apple é bastante consistente com o que adiciona ao Apple Watch todos os anos: alguns novos recursos de condicionamento físico/saúde, novos exercícios que você pode acompanhar e novos mostradores de relógio, como explica o The Verge.
Entre as novas mudanças para a versão watchOS 9 estão a inclusão do calendário lunar e a possibilidade de customizar os números, em seus tamanhos e formas, e as cores dos mostradores.
Outro avanço que chega para a nona versão do relógio inteligente da Apple é a forma de visualizar as notificações, com a possibilidade de elencar as mais importantes e as ver em série, como uma espécie de pasta.
Agora o relógio também traz novas funções para as crianças, o que garante mais segurança e uma experiência customizada.
Isto é, o Family Setup agora permite que as crianças acessem o aplicativo Home, para que possam controlar os alto-falantes HomePod e outros dispositivos domésticos inteligentes.
Outro novo recurso é a possibilidade de compartilhar imagens diretamente do Apple Watch.
Para acessibilidade, a empresa está introduzindo o Apple Watch Mirroring, que permitirá que pessoas com deficiências físicas e motoras controlem seu relógio remotamente.
Chegam novidades também para aqueles que gostam e praticam esportes. O relógio reconhece o tipo de exercício e seu aplicativo chamado “fitness” estará disponível para os usuários de iPhone, ou seja, o usuário não vai precisar do Apple Watch para ficar sarado.
Para aqueles que praticam corrida, por exemplo, o relógio fornece métricas para melhorar a performance com base em parâmetros de atletas profissionais e na aerodinâmica do corpo do usuário.
É possível também customizar as atividades físicas e o equipamento fornece alertas para manter o ritmo para “saber se o todo treino que feito está fazendo efeito”, explicaram durante o evento.
A Apple entende que o sono impacta a saúde das pessoas e, por isso, incluiu na nova versão do Apple Watch o recurso sleep states que ajuda a controlar o tempo e a qualidade do sono.
Para o coração, o relógio oferece o suporte para o controle de algumas doenças e os relatórios de batimentos podem ser compartilhados com o médico do usuário.
Já para os que usam medicamentos, será possível acompanhar quais medicações devem ser tomadas.
O novo Apple Watch emitirá notificações como, por exemplo, quando o usuário tomar cada medicação, ajudando a gerenciar a rotina de remédios e vitaminas.
Com isso, permitirão que os usuários criem uma “lista de medicamentos”, além de agendamentos personalizados.
O recurso também ajudará os usuários a descobrir se alguma das drogas que estão tomando interagirá entre si. Por enquanto, a análise de interações é limitada a usuários dos EUA.
Caso não tenha um Apple Watch, o usuário do iPhone pode utilizar o recurso escaneando a medicação. Assim, serão emitidos alertas com a imagem do remédio quando for a hora de tomar.
Além disso, é possível compartilhar as notificações — ou seja, um familiar pode controlar a medicação de outro indivíduo.
A nova atualização estará disponível primeiro para desenvolvedores, com uma versão beta pública chegando no próximo mês. O lançamento público final está previsto para o outono do hemisfério norte, quando o novo Apple Watch Series 8 chegar.
O watchOS 9 será compatível com a Série 4 ou posterior. Isso não é muito surpreendente. A Série 3 estreou em 2017, e os usuários lutaram para atualizar para versões mais recentes do watchOS nos últimos anos, como relembra o The Verge.
Além dos rumores de que a Apple lançará três novos modelos do Apple Watch ainda este ano, faz sentido aposentar o dispositivo de cinco anos agora que seu hardware não pode suportar o software.
Faça parte do grupo do Money Times no Telegram. Você acessa as notícias em tempo real e ainda pode participar de discussões relacionadas aos principais temas do Brasil e mundo. Entre agora para o nosso grupo no Telegram!
Última atualização por Tamires Vitorio – 06/06/2022 – 16:52

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.