Entretenimento

Último episódio de ‘Acesso Total’ mostra negociação do Botafogo por Elkeson e dirigentes projetando 2022 – FogãoNET

wp header logo 542 Albânia 10

21/12/21 às 17:58
28 comentários
Por FogãoNET
Compartilhe
O último episódio da série “Acesso Total“, que está disponível no Globoplay, para assinantes do pacote Globoplay + Canais, e vai ao ar no SporTV nesta terça às 19h, está especial. Mostra o jogo do acesso à Série B, o do título, a festa na última rodada, mas também projeta o futuro do Botafogo.
Uma das últimas cenas mostra um diálogo entre Eduardo Freeland, diretor de futebol do Alvinegro, e o empresário do atacante Elkeson, Antônio Gustavo, mais conhecido como Guga. Na conversa, o dirigente tenta saber se a pedida do centroavante pode diminuir, visto as condições financeiras.
– Será que a gente consegue caminhar? Falou com o homem lá ontem? (…) É, imaginava que isso fosse ser um limitador. Mas você acha que a gente consegue ter margem para baixar? Nossa realidade ainda é muito difícil, espero em um ou dois anos que a gente esteja numa situação bem melhor. Mas hoje é um limitador muito grande pra gente e não podemos fazer loucuras. Mas, assim, queremos muito ele, sabemos a identificação que ele tem com o clube, o que ele pode entregar… Você acha que ele estaria disposto a baixar consideravelmente isso ou não, ele não quer baixar muito mais do que isso? (…) Tá! – conversa Freeland ao telefone com o agente.
O Botafogo ainda não anunciou nenhum reforço, tampouco conseguiu renovar ainda com os principais jogadores do elenco e perdeu Rafael Navarro para o Palmeiras. Como já foi dito várias vezes, o clube só deve ter condições de fazer investimentos mais pesados a partir do meio do ano que vem, quando começa a ser paga a cota de TV da Série A. Freeland, depois, dá um depoimento ao documentário sobre o planejamento para 2022.
– A ideia é manter essa base e fazer algumas contratações pontuais. É natural que o torcedor tenha uma expectativa de voltar a ver o time campeão brasileiro novamente, ir a uma Libertadores, disputar grandes coisas, porque o clube tem isso na sua história. Mas temos que entender que estamos subindo um degrau de cada vez e quem sabe em algum tempo, que seja o mais curto possível, a gente consiga alcançar esse objetivo – disse o diretor de futebol.
CEO do clube, Jorge Braga também fez um breve balanço dos desafios que foram superados em 2021 e projetou o próximo ano também de dificuldades.
– O Botafogo é mais importante do que qualquer um de nós. E no desafio, na vontade, na garra de fazer o melhor pelo Botafogo, alguns ruídos aconteceram, nós crescemos muito como grupo, mas acho que o principal, que a missão é muito mais importante do que você, isso ficou claro. Pelo desenho, pela estrutura de receitas do futebol brasileiro, a gente continua na Série B até junho. Precisamos de pé no chão – afirmou o CEO.
Fonte: Redação FogãoNET
22/12/21 às 12:3637 comentários
20/12/21 às 13:4638 comentários
19/12/21 às 10:3032 comentários
19/12/21 às 01:0574 comentários
19/12/21 às 00:4875 comentários
22/12/21 às 12:5624 comentários
21/12/21 às 16:20135 comentários

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.