Entretenimento

Fuja! 8 filmes da Netflix que tem 0% de aprovação – Observatório do Cinema

wp header logo 655 Albânia 10

Publicidade
Fracassos
Publicado por Alexandre Guglielmelli
06/03/2022 10:30
Todos os anos, a Netflix gasta bilhões de dólares com a produção de conteúdo original. Embora o investimento dê resultado – com sucessos de audiência como Bird Box e queridinhos da crítica como Roma – certos lançamentos são completamente detonados pela imprensa especializada. E nos piores casos, atingem 0% de aprovação no Rotten Tomatoes.
Rotten Tomatoes é o maior agregador de críticas de cinema da internet. A plataforma conta com dois coeficientes de avaliação: a Nota Crítica (dada pela imprensa) e a Nota da Audiência (dada pelo público).
Continua depois da publicidade
Dessa forma, não é incomum filmes detonados pela crítica garantirem boas notas de audiência – e vice-versa. Mas no caso dos longas com 0% de aprovação, a péssima qualidade parece ser o consenso.
Listamos a seguir 8 filmes da Netflix com 0% de aprovação. Confira abaixo e assista por sua conta e risco.
Nu é um filme da Netflix que tenta replicar o enredo e as reviravoltas de O Feitiço do Tempo, filme de Bill Murray que traz um protagonista preso em um loop temporal, obrigado a reviver um momento específico da vida sem parar. O longa acompanha a história de um homem, interpretado por Marlon Wayans, que acorda nu em um elevador no dia de seu casamento.
The Last Days of American Crime falha completamente em sua premissa, e por isso, tem apenas 0% de aprovação no Rotten Tomatoes. O longa acompanha a história de um grupo de personagens que planeja um grande assalto, mas ao invés de focar na ação e na coreografia de luta, apenas repete os maiores clichês do gênero. Muitos espectadores também criticaram a duração do longa, que tem mais de 2 horas e meia de história.
Os assinantes da Netflix querem saber: por que os filmes de Adam Sandler são tão ruins? Deixando de lado o elogiado Jóias Brutas, a maioria dos filmes do astro tem elencos de estrelas, e Os 6 Ridículos não é exceção. No longa, Sandler tem o reforço de Rob Schneider, Luke Wilson, David Spade, Steve Buscemi, Danny Trejo e até mesmo o cantor Blake Shelton. Mas ninguém consegue salvar o longa de seu péssimo roteiro, que garantiu 0% de aprovação no Rotten Tomatoes.
Em A História Real de um Assassino Falso, Kevin James interpreta um escritor que acaba confundido com um assassino profissional, após seu livro ser publicado erroneamente como uma história real. A partir daí, o protagonista embarca em uma jornada de aventuras e confronta El Toro – interpretado por Andy Garcia, uma espécie de versão moderna de Che Guevara. O consenso crítico é que o filme falha em ser engraçado ou interessante.
Pai do Ano combina as habilidades cômicas de David Spade e Nat Faxon. Produzido por Adam Sandler, por meio da Happy Madison Productions, a premissa do filme é um debate bêbado entre dois estudantes universitários que tentam decidir “qual pai é o melhor”. Alguns críticos classificaram Pai do Ano como um filme completamente sem graça, e outros, como “esquecível”.
The After Party é um exemplo claro da diferença entre a opinião do público e a dos críticos. Aclamado pela audiência, com 86% de aprovação do público, o filme garantiu apenas 0% da crítica especializada. O longa acompanha a história de um rapper aspirante que tenta alavancar sua carreira em uma festa em Nova York. The After Party celebra a cultura do hip-hop e conta com participações de astros do gênero.
Não confunda com o filme de Ryan Gosling de mesmo nome, lançado em 2011. O Drive de 2018 foi concebido como uma celebração do cinema indiano, mas acabou se tornando uma imitação de blockbusters de Hollywood, como Velozes e Furiosos. O longa é descrito como “absurdamente extravagante, entediante e longo”. Se você deseja conhecer o estilo cinematográfico de Bollywood, não comece por Drive.
Divulgado como um documentário sobre a criação e o desenvolvimento dos animes, Enter the Anime sofre com uma absurda falta de coesão, e pode ser descrito como “uma colagem de vídeos aleatórios de cosplayers, bandas de J-pop e cenas de animes da Netflix”. É basicamente uma propaganda de uma hora, criada para divulgar o catálogo de animações japonesas da plataforma. Por isso, ficou com apenas 0% de aprovação no Rotten Tomatoes.
Publicidade
Publicidade
2022 © Observatório do Cinema
Site parceiro UOL

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.