E-Sports

LoL: Torcida organizada do Flamengo Esports protesta na Gávea e pede saída da Simplicity – Millenium BR

wp header logo 1749 Albânia 10

Torcedores querem que gestão do Fla Esports seja feita pelo próprio clube, e não mais pela empresa americana
Vivendo o maior momento de crise de sua história desde a entrada no cenário competitivo de League of Legends, o Flamengo Esports foi alvo de protestos da torcida organizada Urubarons nesta quarta-feira (20), na sede do clube na Gávea. Os torcedores pediram a saída da empresa americana Simplicity, atual gestora do Rubro-Negro nos esports, e que o próprio clube assuma a operação do Fla no cenário competitivo de LoL e outras modalidades nas quais a instituição venha a investir. Até um passado recente, o Flamengo também chegou a ter também uma equipe de Free Fire, mas acumulou maus resultados, incluindo rebaixamentos às séries B e C da LBFF, e suspendeu as atividades no battle royale da Garena.
O League of Legends foi a primeira modalidade de esports na qual o Flamengo investiu, com as operações começando oficialmente em outubro de 2017. A gestão da equipe era acompanhada de perto Deparamento de Marketing do clube, com a empresa terceirizada Cursor Esports (posteriormente rebatizada como Go4It) sendo responsável pela operação nos esports. A equipe de LoL foi vice-campeã do Circuito Desafiante no 1º Split de 2018 e conseguiu o acesso à elite após derrotar a Team One, penúltima colocada no CBLOL naquele split, na série de promoção.
Com nomes como brTT, Shrimp e Goku no elenco, o Flamengo chegou ao CBLOL como uma das principais forças do cenário brasileiro, sendo vice-campeã do 2º Split de 2018 e o 1º Split de 2019, com derrotas por 3 a 2 para Kabum e INTZ, respectivamente. No 2º Split de 2019, com o topo Robo e o suporte Luci jogando ao lado de Shrimp, Goku e brTT, o Flamengo conquistou seu primeiro título, e até hoje único, título de CBLOL.
Antes do começo do 1º Split do CBLOL 2020, o Flamengo passou por uma série de mudanças. Em janeiro de 2020, o clube assinou um acordo de licenciamento do departamento de esports com a Simplicity, além de ter firmado uma parceria com a Team One para aquela etapa do CBLOL. Do time campeão brasileiro em 2019, somente Goku e Luci permaneceram, enquanto o topo coreano WooFe, o caçador Ranger e o atirador Absolut chegaram para disputa do CBLOL.O Rubro-Negro chegou à quarta final consecutiva da competição, mas acabou dominado pela Kabum na final. No segundo split, a equipe fez uma campanha ruim e pela primeira vez não avançou aos playoffs.
Para a temporada de 2021, o clube promoveu uma grande renovação no time, com o topo Parang, o meio Tutsz e o suporte RedBert se juntando a Ranger e Absolut. Para a comissão técnica, o time contratou a dupla Pades e Abaxial. No 1º Split, a equipe fez a melhor campanha da fase regular, mas acabou eliminada nas semifinais ao perder 3 a 2 para a Pain Gaming. No 2º Split, com Netuno no lugar de Absolut, o Rubro-Negro começou com excelente campanha e por muito tempo liderou a fase regular, mas despencou na reta final e avançou aos playoffs com um terceiro lugar. A equipe acabou eliminada nas quartas de final ao ser dominada pela RED Canids de perder de 3 a 0.
Ao mesmo tempo que vivia turbulências no CBLOL, o Flamengo venceu os dois splits do CBLOL Academy em 2022, e decidiu apenas Tustz entre os jogadores da temporada anterior no time principal, subindo para o time principal nomes como Boal, Asta, Flare e Gyeong para 1 Split de 2022.
Na competição principal, porém, o jovem time rubro-negro sentiu o peso de duelos contra times mais experientes e acabou terminando na penúltima colocação da fase regular, naquela que foi a pior campanha do Flamengo na história do Campeonato Brasileiro de League of Legends.
No 1º Split do CBLOL Academy, o Flamengo chegou com uma equipe reformulada após vários jogadores subirem para o time principal. Após uma primeira fase irregular, com 10 vitórias e 8 derrotas, a equipe subiu de produção nos playoffs e faturou o tricampeonato da competição, batendo FURIA, LOUD e Pain no caminho até o título. As conquistas no Academy, no entanto, não apagaram a má campanha no CBLOL, despertando cobranças da torcida nas redes sociais, num primeiro momento, e na própria sede do Flamengo na Gávea, nesta quarta-feira.
Atirador estava na organização desde a sua chegada no LoL e agora está livre para procurar novos ares
O Flamengo venceu evitando a "dobradinha" da paiN e se tornou tricampeão após o título do primeiro split do CBLOL Academy de 2022. Veja mais detalhes sobre a partida
Após serem eliminados do CBLOL pela RED, fNb, Ranger, RedBert, Envy e Netuno decidiram aproveitar o MSI 2022 na Coreia do Sul para fazer um bootcamp na região
Jornalista apaixonado por games desde o jardim de infância e fã de quase todo tipo de RPG, especialmente os da série Chrono. Nos esports, shooters e jogos de luta são minhas maiores paixões, mas abraço qualquer jogo com uma cena competitiva pulsante.
Mais Reportagens
Recomendados
Descubra guias

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.