E-Sports

LoL: G2 e Cloud9 impedem venda de Perkz para Fnatic; Riot se manifesta – Mais Esports

wp header logo 200 Albânia 10

Uma polêmica envolvendo duas grandes equipes ocidentais de League of Legends foi descoberta nesta semana pelo jornalista do Dot Esports, Jacob Wolf. O repórter revelou que G2 e Cloud9, ao negociarem a compra de Perkz pela equipe norte-americana no final de 2020, colocaram uma cláusula que o impedia de ser negociado com a Fnatic, rival da ex-equipe do mid laner, na Europa.
A cláusula impedia que a C9 negociasse Perkz com a Fnatic por três anos, começando em novembro de 2020 e valendo até o fim da temporada de 2023. Ao descobrir isso, a FNC reclamou na Riot Games, pedindo para que a publisher investigasse esta exigência. O caso foi levado para o escritório da Riot Global, já que o assunto envolve times da LCS e LEC.
Após uma investigação, a empresa definiu que não irá punir nenhuma das equipes, já que tal ato não vai contra as regras atuais. A Riot, inclusive, publicou um comunicado onde esclarece esta tomada de decisão: “Nossas regras não proíbem, explicitamente, a existência de uma cláusula como essa”, que impede um jogador de ir para uma determinada equipe.
Message from @tommartell regarding Luka “Perkz” Perković’s off-season transfer: pic.twitter.com/suCLBe5AQI
— LoL Esports (@lolesports) November 11, 2021

“Portanto, nós decidimos não punir ambas G2 e Cloud9 por inserirem tal exigência em seu acordo”, segue o comunicado. A Riot declarou ainda que, apesar de não punir as duas equipes, ela não irá considerar a restrição e permitirá que Perkz e Fnatic negociem uma transferência, caso ambas as partes tenham interesse e sejam cumpridas outras regras do contrato, por exemplo, a multa de rescisão.
De acordo com a publicação de Jacob Wolf, a Riot não discordou da cláusula, num primeiro momento, pois o futuro do jogador para a temporada de 2022 não foi afetado por ela, já que Fnatic e Perkz não conseguiram chegar a um acordo, tanto no valor da compra, como no salário desejado pelo mid laner.
Contudo, mesmo com o caso aparentemente resolvido, a Riot Games declarou que irá alterar as regras para que tal cláusula seja proibida no futuro, já que ela “não está de acordo com os valores e interesses do nosso esporte”, como falou Tom Martell, diretor de operações e Esports da Riot Games.
O jornalista Alejandro Gomis, do Esports maníacos, apurou que após a participação da Cloud9 no Worlds 2021, Perkz conversou com a organização norte-americana e seus jogadores, dizendo que não voltaria à equipe para o ano que vem. O desejo do jogador é retornar à Europa, para ficar mais próximo da família, que não pôde visitar este ano, por conta das restrições impostas para combater a pandemia de Covid-19.
Ainda de acordo com o repórter, Perkz irá se transferir para a Team Vitality, assim como o top laner da Team Liquid, Alphari, e o atirador da MAD Lions, Carzzy.
Veja também: brTT anunciará pausa no competitivo, afirma site
24 horas de Esports em apenas 10 minutos. Assine o Recall, a Newsletter diária do Mais Esports!

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *