E-Sports

10 documentários de esports para assistir na Netflix, Youtube e mais – Millenium BR

wp header logo 1084 Albânia 10

Cada cenário competitivo que faz parte dos esports têm muita história para contar e nestes documentários você encontrará várias delas
A maior parte das pessoas que acompanha os mais diferentes jogos que fazem parte dos esports, faz isso assistindo campeonatos, mas neles vemos apenas as partidas dentro dos games. É claro que estas partidas fazem parte da história dos esportes eletrônicos, mas há muita coisa para ser contada fora delas. Conheça mais histórias de bastidores, evolução e curiosidades nas 10 indicações de documentários de esports na lista abaixo.
Lançada em 2018 na Netflix, a primeira temporada da série Explicando contém um episódio dedicado a contar o que são e como funcionam os esports. São apenas 17 minutos, mas neles são explicados alguns fatos sobre o cenário competitivo de videgames, como a origem desta iniciativa, quais são os maiores campeonatos e pro players do meio, entre outros.
Lançado em 2014 pela Valve, Free to Play conta a história do The International, o torneio mundial de Dota 2. Ao longo do documentário, que possui pouco mais de 1h15m, três pro players são acompanhados: Benedict "Hyhy" Lim, Danil "Dendi" Ishutin e Clinton "Fear" Loomis.
No documentário é possível ver a preparação de cada jogador diante do campeonato, considerado o torneio com a maior premiação do meio. Além disso, cada pro player explica suas motivações e histórias, mostrando o que fez com que eles decidissem seguir com essa profissão.
Independente de ser brasileiro ou não, quem gosta de CS:GO e acompanhou o cenário competitivo entre 2016 e 2017 sabe o sucesso que a line-up da SK Gaming fez. Lincoln "fnx" Lau, Fernando "fer" Alvarenga, Gabriel "FalleN" Toledo, Marcelo "Coldzera" David, Epitácio “TACO” de Melo e João "felps" Vasconcellos, entre outros jogadores fizeram história no meio, conquistando diversos torneios.
No documentário SK Gaming The Dream, a comunidade pode assistir imagens de bastidores dos jogadores, cozinhando, treinando, conversando fora do ambiente de jogo, entre outras. Se o que você quer é nostalgia, esta deve ser sua escolha.
FGC: Rise of The Fighting Game Community, lançado em 2016, mostra como surgiu e em qual direção segue o cenário competitivo dos jogos de luta, como Street Fighter, Tekken, Mortal Kombat, entre outros.
Com depoimentos de jogadores que participaram da Evolution Championshop Series (EVO), considerado o maior campeonato desta categoria de jogos. O documentário contém 1h15m e está disponível no YouTube, mas uma versão Deluxe, de 4 horas, pode ser comprada na internet.
Durante o Mundial de League of Legends em 2015, a Riot Games lançou uma série de pequenos documentários, chamada Legends Rising. Na primeira temporada, as histórias de seis pro players foram contadas: Faker, Bjergsen, Uzi, xPeke, SwordArt e a do brasileiro brTTque anunciou uma pausa em sua carreira recentemente. Em 2016, a Riot lançou a segunda temporada e a história de mais um brasileiro foi contada: Revolta. Ambas as temporadas estão disponíveis no YouTube.
Publicado em 2019, ano no qual o LoL completou 10 anos, League of Legends Origins é um documentário de 1h17m sobre a história do MOBA da Riot Games. São mostradas histórias sobre o início do desenvolvimento do jogo e dos campeonatos, até a "era moderna" do game como um esporte eletrônico e como jogo. O documentário está disponível para alugar no serviço de streaming Amazon Prime Video.
Em Busca da Vitória é um documentário sobre o cenário competitivo de Rainbow Six Siege. Ao longo de 1h14m, os fãs podem acompanhar as jornadas de Pengu, Canadian e do brasileiro ziGueira na disputa pelo Six Invitational de 2019, o torneio mais importante do jogo.
Vale lembrar que, no Brasil, o documentário foi lançado no cinema, em uma sessão exclusiva para imprensa e um número limitado de fãs – que puderam tirar fotos com os jogadores da Team Liquid, ziGueira e casters como Meligeni e Retalha.
O minidocumentário Rainha de Copas leva o mesmo nome do torneio que acompanhou. Realizado no Brasil, este foi o maior campeonato feminino de Dota 2 do mundo e a Valve acompanhou os bastidores da disputa para lançar este vídeo em seu canal oficial no YouTube, onde a história pode ser assistida gratuitamente.
Apesar de curto, é possível sentir a união e o respeito entre todas as jogadoras, que tiveram a chance de conhecer a caster de Dota 2 Sheever.
Também disponível na Netflix, o último episódio da série de documentários Reta Final, que em inglês é chamada de 7 Days Out, mostra os bastidores da produção dos playoffs do 1º split de 2018 da LCS, liga competitiva de LoL da América do Norte. 
Ao longo do documentário, é possível ver mais do que aconteceu na reta final do campeonato, quando um dos jogadores da Team Liquid, Doublelift, descobriu que um de seus irmãos havia esfaqueado os pais de ambos – a mãe deles faleceu, enquanto o pai ficou gravemente ferido. 
Embora não seja tão popular no ocidente, StarCraft II é um esporte eletrônico muito popular na Ásia – continente no qual estão alguns de seus melhores jogadores. No minidocumentário The Foreigner, lançado em 2016, podemos acompanhar os bastidores da World Cyber Games Columbus 2011, torneio no qual os jogadores sul-coreanos dominaram os norte-americanos por completo.
 
 
Com campeonatos grandiosos e premiações milionárias, os esportes eletrônicos também impressionam quem está dentro e fora da comunidade com os grandes investimentos dos times
A comunidade gamer é bastante conhecida por sua toxicidade e nesta lista reunimos os sete momentos em que esse problema impactou até os torneios de esports
Nomes como Konqueror, FNB, Cuddle Core, Cherna, Cariok, Peuzada, Levy, SonicFox, IDom, Punk e ProblemX estão na lista
Garota mágica formada em jornalismo que ama a sensação de assistir campeonatos e escrever sobre as histórias dos fãs de esports.
Mais Reportagens
Recomendados
Descubra guias

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.