Tecnologia

Governo deve devolver menos da metade dos recursos cortados da Ciência – Folha

wp header logo 475 Albânia 10

Acesse seus artigos salvos em
Minha Folha, sua área personalizada
Acesse os artigos do assunto seguido na
Minha Folha, sua área personalizada

Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Gostaria de receber as principais notícias
do Brasil e do mundo?
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
A menos de dois meses do fim do ano, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve devolver para o orçamento do MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações) menos da metade dos R$ 600 milhões cortados pela Economia em outubro.
A tesourada foi aprovada pelo Congresso, a pedido de Paulo Guedes, com a ciência do Planalto, e gerou uma crise no governo com críticas abertas do ministro-astronauta, Marcos Pontes. A comunidade científica se queixa de que o corte pode inviabilizar a pesquisa no país.

O governo trabalha no texto de um projeto (PLN) para fazer um novo remanejamento de recursos para este ano, que deve ser encaminhado ainda para o Congresso. Há dois valores em circulação no Palácio do Planalto: R$ 278 milhões e R$ 150 milhões.

Já o deputado Aliel Machado (PSB-BR), presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara, disse que o Ministério da Economia trabalhava, na semana passada, com a previsão de devolver R$ 273 milhões para Ciência e Tecnologia.

“O corte está prejudicando todo o orçamento da pasta, inclusive editais já publicados”, ressaltou Machado. “Esperamos votar ainda nesta semana. Isso é fruto das reunião que fizemos com o Ministério da Economia e é uma conquista, vamos recuperar parte significativa.”

De acordo com o deputado, parte do montante seria destinado aos testes da fase 3 da vacina contra Covid-19 desenvolvida pelo ministério, por isso ainda não havia sido empenhado totalmente.

Segundo interlocutores do governo que trabalham nessa proposta, a ideia é criar um dispositivo obrigando o ministro a gastar parte do dinheiro apenas com o pagamento de bolsas.

Ainda que Bolsonaro devolva recursos para o MCTI, o montante ainda ficará muito aquém do valor retirado. Se prevalecer a intenção de restituir menos de R$ 200 milhões, o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) poderá ficar sem recursos para financiar pesquisadores.

O órgão vinculado ao MCTI já lançou o Edital Universal, principal chamada de bolsas de pesquisa do país, que envolve 30 mil pesquisadores, ao custo de R$ 250 milhões. Hoje só há R$ 50 milhões em caixa.

Em 15 de outubro, o presidente do CNPq, Edvaldo Vilela, falou da importância da restituição desses recursos e chamou o corte de “rasteira”.

“Precisamos nos reunir e fazer uma ação conjunta e mais forte, porque as adversidades são muito grandes. E nós estamos avançando muito pouco, e de repente a gente leva uma rasteira dessa que aconteceu aí, muito de improviso”, disse em evento da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência).

Como pano de fundo do corte no ministério, está a disputa acirrada nos bastidores do governo por recursos a um ano da eleição. Os R$ 600 milhões foram repassados para os ministérios da Educação, das Comunicações, da Saúde, da Cidadania, da Agricultura e do Desenvolvimento Regional.

Este último, sob o comando de Rogério Marinho, levou a maior fatia: R$ 150 milhões. A pasta é uma das principais apostas do governo para a eleição.

O corte deflagrou uma crise no primeiro escalão do governo. Marcos Pontes foi cobrado pelos colegas da Esplanada e pelo próprio presidente a “jogar junto”.
Ele chamou os cortes de equivocados e ilógicos,e disse que pensou em deixar o governo por causa da medida. Depois da pressão, evitou se manifestar em público.

Enquanto os recursos deste ano ainda estão em suspenso, a comunidade científica também busca se mobilizar para garantir orçamento no próximo ano.

A SBPC e mais sete entidades que compõem o Comitê Executivo da Iniciativa de Ciência e Tecnologia no Parlamento enviaram uma carta à Comissão Mista de Orçamento pedindo já restituição e correção da fatia destinada à pesquisa no país.

“Esperamos que a Comissão Mista do Orçamento ajude a recuperar o Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia, prejudicado por sucessivos cortes orçamentários. Ciência, Tecnologia e Inovação são elementos essenciais para que o país encontre uma saída sustentável da crise em que se encontra”, diz o texto.
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Leia tudo sobre o tema e siga:
Você já conhece as vantagens de ser assinante da Folha? Além de ter acesso a reportagens e colunas, você conta com newsletters exclusivas (conheça aqui). Também pode baixar nosso aplicativo gratuito na Apple Store ou na Google Play para receber alertas das principais notícias do dia. A sua assinatura nos ajuda a fazer um jornalismo independente e de qualidade. Obrigado!
Mais de 180 reportagens e análises publicadas a cada dia. Um time com mais de 120 colunistas. Um jornalismo profissional que fiscaliza o poder público, veicula notícias proveitosas e inspiradoras, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?
Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Carregando…
Carregando…
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Poderão tomar todos que receberam duas doses dos imunizantes contra Covid-19 há pelo menos cinco meses
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Ex-juiz admite disputa eleitoral e formou grupo para discutir questões como controle da inflação
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Tucano seria um nome palatável para a 'direita' e para o mercado financeiro, segundo petistas

O jornal Folha de S.Paulo é publicado pela Empresa Folha da Manhã S.A.
Copyright Folha de S.Paulo. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.
Cadastro realizado com sucesso!
Por favor, tente mais tarde!

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *