Tecnologia

AGROLINK NA EIMA: novas tecnologias mudam agronegócio global – Agrolink

wp header logo 33 Albânia 10

Ou ainda entre usando seu:

Facebook ou Google

Estimado usuário.
Preencha o formulário abaixo para remeter a página.
O Portal Agrolink acompanha com exclusividade a EIMA Internacional, em Bolonha, na Itália, onde as máquinas agrícolas e tecnologias ganham espaço para mostrar as novas tendências na agricultura global e quais os desafios de se adequar a esse novo cenário.
As tecnologias inovadoras requerem o desenvolvimento de novas habilidades e uma nova forma de fazer agricultura em toda a cadeia de abastecimento, das lavouras ao produto em processamento. Uma mudança que envolve agricultores, mas também fabricantes de máquinas agrícolas, que muitas vezes são frentes da inovação, mas quase nunca usado em todo o seu potencial.  
Hoje, mais de 90% das máquinas estão conectadas a manutenção remota e sistemas de suporte. Um desenvolvimento que requer novos profissionais altamente especializados. Eles variam de especialistas de suporte conectados a soluções integradas consultores. E, finalmente, o comunicador técnico, que tem acesso direto a todo o fluxo de informações oriundas do processo produtivo. Em todos os casos, são técnicos capazes de operar uma máquina em 100% de suas funções.
Na Itália já existem estruturas para apoiar o crescimento das novas competências exigidas pelas empresas. Como a Fundação Riccagioia 5.0 em Torrazza Coste, na província de Pavia, referência nacional da inovação no ecossistema agrícola, que é responsável pela formação profissional projetos de treinamento e estágio escolar / trabalho em colaboração com a agricultura e escolas. No entanto, o caminho à frente ainda é uma “pista de obstáculos”.
Empresários agrícolas muitas vezes não percebem inovação como facilitador da produção. E mesmo que as coisas sejam progressivamente mudança, essa convicção encontra-se sobretudo entre as pequenas e médios empresas, que recorrem à tecnologia apenas com base na percepção de vantagens. Uma atitude diferente é encontrada entre os jovens agricultores, que são mais abertos a novas tecnologias. O processo de inovação é, em qualquer caso é irreversível, conforme explica Angelica Aldrovandi, integrante do Comitê de Modena. "Omercado exige alta qualidade e produtos sustentáveis, demanda que exige investimentos em novas tecnologias para manter todo o ciclo de produção sob controle", diz. 
No vídeo podemos conhecer um exemplo de inovação nas máquinas, com o trator T6 Methane Power, produzido pela New Holland, e que é movido a energia de gás metano. Já presente nas lavouras europeias, a máquina dá ao produtor rural a possibilidade de utilizar o biogás gerado dentro da propriedade, aproveitando o chamado ciclo virtuoso da fazenda.
Para o mercado sul-americano, a expectativa é de que o trator movido a metano esteja disponível para importação a partir de 2022, especialmente para produtores do Brasil e Argentina. Por enquanto não há planos de fabricá-lo nesses dois países, apesar de o modelo estar sendo testado, com sucesso, há pelos menos dois anos na região.
Veja no vídeo um pouco deste equipamento e outras tecnologias disponíveis na EIMA:

O Portal do Conteúdo Agropecuário.

Aguarde….

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.

source

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *